Como Colocar Formações, Cursos e Idiomas no Currículo

    0
    900
    Como Colocar Formações, Cursos e Idiomas no Currículo

    Veja neste artigo como preencher de forma correta o campo Formações, Cursos e Idiomas em seu Currículo de forma simples e estratégica.

    O que é Curriculum Vitae?

    O termo “Curriculum Vitae” vem de uma língua morta, o latim! Quer dizer “trajetória de vida” sendo usado, hoje em dia, na forma de documento que regista sua formação educacional, cursos extracurriculares e competências profissionais.

    O objetivo é fazer uma síntese do seu perfil profissional, destacando-o entre os demais, para informar e chamar a atenção do empregador.

    Formação e Cursos: qual a diferença?

    É importante saber a diferença e separá-los na hora ao apresentá-los no currículo.

    A formação vai desde a escolaridade, que todo cidadão tem direito, ou seja, ensino básico, médio e técnico, estendido para o ensino superior e pós-graduação, porém, se tiver concluindo o ensino médio, coloque apenas os cursos de graduação e pós-graduação, visto que não é possível graduar-se em nível superior sem antes ter passado do ensino médio.

    Cursos são ensinos complementares e extracurriculares, geralmente de extensão acadêmica ou profissionalizantes, de menor duração.

    Veja abaixo as informações que devem constar no currículo, divididas em formação e cursos:

    Como descrever sua formação acadêmica no currículo?

    A formação acadêmica deve ser apresentada sequencialmente, iniciando pelos cursos mais recentes e de maior importância para a vaga concorrida, mencionando o nome do curso, a instituição de ensino e o ano de conclusão.

    Não é preciso informar o período de tempo, apenas o ano e més, caso não tenha concluído, você deve inserir que não concluiu. Veja os exemplos abaixo:

    – Licenciatura em Jornalismo

    – Universidade Estadual de Campinas

    – Ano de conclusão: Outubro de 2005


    – Licenciatura em Contabilidade e Gestão

    – Universidade São Tomas de Lisboa

    – Conclusão prevista: Dezembro de 2018


    – Pós-graduação em Marketing Digital

    – Universidade Católica de Moçambique

    – Ano de conclusão: Junho de 2007


    – Ensino médio

    – Escola Secundária do Porto

    – Ano de conclusão: Dezembro de 2018


    – Técnico de Contabilidade

    – Instituto Comercial de Coimbra

    – Conclusão prevista para Abril de 2018


    – Técnico de Enfermagem

    – Instituto de Ciências de Saúde de Infulene

    – Cursando 3º semestre diurno

    Como descrever cursos no currículo?

    Cursos livres e de capacitação devem ser colocados desde que sejam relevantes para a vaga em questão e com certificados, pois podem ser solicitados na entrevista.

    Fique atento também para cursos com informações ultrapassadas, erro muito comum quanto aos cursos de informática. Por exemplo, jamais cite “Curso de Microsoft Windows”, pois isto era importante duas décadas atrás, quando os PCs estavam sendo popularizados no mercado. Observe os exemplos:

    – Excel Avançado

    – MM Informática, São Paulo

    – 05/2011 a 06/2013

    – Carga horária: 50 horas


    – Inglês Avançado

    – James English School, Lisboa

    – 02/2009 a 10/2012

    – Carga horária: 230 horas

    Como descrever Idiomas no currículo?

    No mundo globalizado e competitivo, além da língua materna, é necessária uma segunda língua, a língua mais falada no mundo todo que, na atualidade é o inglês.

    É claro que o domínio de outras línguas (espanhol, francês, alemão, etc.) valorizam seu currículo de acordo com a vaga pleiteada. Mas é importante que você saiba valorizar este tópico, inserindo corretamente no CV.

    Uma falha que ocorre frequentemente é mentir, fazendo constar algo do tipo “nível básico em inglês”, falsidade que poderá ser contestada numa simples conversação durante a entrevista. Por isso, confira abaixo como apresentar os idiomas no CV e, caso não tenha, não coloque. Veja:

    Português: Fala: Fluente; Escrita: Fluente; Leitura: Fluente

    Inglês: Fala: Fluente; Escrita: Avançado; Leitura: Avançado

    Espanhol: Fala: Fluente; Escrita: Avançado; Leitura: Avançado

    Observação: Caso você aprendeu o idioma como autodidata, poderá incluir a informação como “auto desenvolvimento” e, se for o caso, incluir o tempo que fez intercâmbio ou estadia de estudo no exterior.

    Seu currículo é a porta de entrada para o mercado profissional ou para mudar de carreira ou empresa. É seu cartão e visita e representará você diante de um recrutador.

    Seja objetivo e verdadeiro, valorizando seus pontos fortes como profissional e suas qualidades pessoais que podem fazer diferença no trabalho. Faça seu currículo causar uma ótima impressão, e lembre-se: A PRIMEIRA IMPRESSÃO É A QUE FICA!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.